Psicodelia Brasileira Recomenda: Exibição do filme Geração Bendita em SP!

Bueno chicos, é o seguinte:

*Antes de tudo devo satisfações. Fui para Nova Friburgo há exatos quinze dias para entrevista o Caetano, do Spectrum. A entrevista foi ótima, o Caetano é muuuuuuuuito gente boa, tinha separado um material ótimo para nós, mas na volta, a psicodelia se desfez no primeiro retorno da Av. Brasil. Paulistas perdidos, não encontramos a saída para a Dutra e quando voltávamos, a 100 metros de dois policias, fomos abordados… Levaram o carro e tudo que tínhamos conseguido. Mas ok! A memória tá inteira ainda e vamos refazer a entrevista. Logo mais conto detalhes da minha visita. Fiquei na pousada que foi cenário para o filme Geração Bendita, ouvi o Caetano tocar brilhantemente o mesmo violão com o qual gravou o disco, etc, etc, etc… aguardem…

AINDA SOBRE O GERAÇÃO BENDITA, paulistanos, uni-vos! Quem já viu no DVD, tem que ver na telona. Quem não viu deve ir… e quem for, comente aqui! Presente da Cinemateca:

GERAÇÃO BENDITA – É ISSO AÍ, BICHO!
Exibição dia 22 de agosto de 2007

Nos anos 60, brasileiros de todo o país e estrangeiros, constituiram um grupo de 68 pessoas e estabeleceram-se nos subúrbios de Nova Friburgo, região serrana do Rio de Janeiro, com a intenção de recriar um estilo de vida baseado nos ideais hippies. O acampamento durou cerca de três anos. Com a intenção de divulgar seu modo de vida, veio a oportunidade, através do apoio de diversas pessoas, do grupo transformar esta experiência em um filme longa metragem que viria a ser conhecido como “o primeiro filme hippie brasileiro”. Em 1970, o diretor de fotografia francês Meldy Melinger e Carl Kohler se uniram para produzir o filme Geração bendita – É isso aí bicho!, dirigido por Carlos Bini.

Em 1971, a Censura exigiu que mais de 40 minutos da primeira versão do filme fossem cortados, o que levou à refilmagem de alguns trechos e acréscimos de novos. Finalmente, em 1973, conseguiu-se a aprovação do filme, após mais alguns cortes. Porém, em julho deste mesmo ano, Geração bendita foi novamente proibido e apreendido pela Polícia Federal.

Em 2002, com a ajuda de Hernani Heffner (da Cinemateca do MAM-RJ), Carlos Doady, um dos produtores do filme, conseguiu reaver os negativos originais de Geração bendita. Foram três anos de trabalho intenso para recuperar o material digitalmente. Hoje, os produtores do filme, através de recursos próprios, finalmente conseguiram lançá-lo em DVD.

Um dos destaques de Geração bendita é a trilha psicodélica originalmente composta pelo grupo Spectrum, formado por músicos da comunidade hippie envolvida na realização do filme. Segundo o austríaco Hans Pokora, autor do guia 2001 Record Collector Dream, a trilha de Geração bendita, lançada em vinil em 1971, “é um dos LPs mais procurados em todo o mundo e é uma pepita para qualquer colecionador”.

Quem quiser conhecer o SPECTRUM, que assina a trilha do disco, é só clicar aqui

Quem quiser baixar o disco, clique aqui

Os interessados podem conseguir mais informações no site http://www.geracaobendita.com.br/.

Sala Cinemateca
Largo Senador Raul Cardoso, 207 – Vila Mariana
próxima ao Metrô Vila Mariana
Outras informações: 3512-6111 (ramal 210) / 3512-6101
http://www.cinemateca.gov.br/

ENTRADA FRANCA

PROGRAMAÇÃO

SALA CINEMATECA / PETROBRAS

22/08 – quarta

21h00
Geração bendita – É isso aí bicho!

FICHA TÉCNICA E SINOPSE

Geração bendita – É isso aí bicho!, de Carlos Bini
Rio de Janeiro, 1971, 35mm, cor, 86’
Carlos Bini, Rita de Cássia, Carl Kohler, Carlos Doady, Charlotte Garcia, Sebastião Gonçalves
Exibição em DVD

Um jovem advogado, desgostoso com problemas da profissão, junta-se a uma comunidade de hippies e mantém um idílio com uma jovem de classe média local. Quando o grupo é expulso da cidade, a eles se juntam a moça e um pregador que procurava trazê-los ‘ao bom caminho’

One Comment on “Psicodelia Brasileira Recomenda: Exibição do filme Geração Bendita em SP!”

  1. Glauco Sabino disse:

    Linão, você é muito zicada, honey! Tem que ir numa benzedeira, tomar um passe, uma benção… Sei lá. O mais incrível ainda é que você consegue fazer piada. Você me conhece: eu ia fazer O DRAMA… hahahahaha.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s