Psicodelia Brasileira Recomenda: Lançamento de livro do Zé Rodrix – RJ/SP

Para paulistanos e cariocas…

Zé Rodrix está lançando o último livro de sua trilogia, Esquin de Floyrac, no Rio de Janeiro e em São Paulo. Para os fãs, fica o convite – dia 16 de setembro, 14h, no Café Literário da XIII Bienal do livro do Rio de Janeiro, 17 de setemnbro, 19h, na Livraria Argumento (RJ), 19 de setembro, 18h30, na Livraria da Vila. Para os que não conhecem o lado escritor do músico, um comentário de Luis Eduardo Matta, do site Digestivo Cultural:

“Na minha opinião, Zé Rodrix é um dos mais importantes nomes do romance brasileiro contemporâneo e juro que não consigo compreender como a mídia ainda não reconheceu isso ou, pelo menos, não da maneira como este extraordinário escritor merece. Zé Rodrix, nome artístico de José Rodrigues Trindade, é uma das figuras mais versáteis da cultura brasileira contemporânea. Maestro, compositor, cantor, arranjador, publicitário, ator, professor, escritor e dono de uma inteligência prodigiosa e um enorme carisma, Zé Rodrix demonstra em Zorobabel: Reconstruindo o Templo, como a criatividade, aliada a uma maneira clara e certeira de contar uma história, pode produzir uma obra literária de vulto e, ao mesmo tempo, de grande apelo junto aos leitores. Zorobabel: Reconstruindo o Templo, é o segundo volume da Trilogia do Templo, que teve início com o igualmente extraordinário Johaben: Diário de um Construtor do Templo, lançado em 1999 e deverá ser fechada com chave de ouro, em 2007, com Esquin de Floyrac: O Fim do Templo. O romance mistura realidade e ficção para reviver um período conturbado da Antiguidade, que começa no auge do Império Babilônico, época em que as tropas de Nebbuchadrena’zzar (Nabucodonosor) invadiram Jerusalém e destruíram o bíblico Templo de Salomão, provocando a primeira diáspora judaica e culmina com a queda da Babilônia em poder dos persas comandados por Cyro, o Grande. O protagonista é Zorobabel, um jovem judeu que cresce como escravo na Babilônia e, depois da libertação de Jerusalém pelos persas, torna-se governador da Judéia, reedificando o Templo. Trata-se de uma saga épica e fascinante sobre os primórdios da Maçonaria que, assim como o primeiro volume da trilogia, só encontra paralelo na literatura brasileira, no que Nélida Piñon realizou com o seu maravilhoso Vozes do Deserto. O livro tem mais de seiscentas páginas que são lidas com voracidade em uma semana, se tanto. Um dos grandes romances brasileiros publicados no século XXI, que irá fascinar todos aqueles que adoram um livro repleto de aventura, capaz de nos transportar até um passado, cuja magia, permeia o nosso imaginário há séculos.”


6 Comentários on “Psicodelia Brasileira Recomenda: Lançamento de livro do Zé Rodrix – RJ/SP”

  1. Ap.'. M'.' semaarcoyres disse:

    como posso fazer para adiquirir os seus três livros que fala sobre o templo de salomão

  2. poucas pessoas tem tanto conhecimento de maçonaria como esse cidadão, ze rodrix. fiquei impressionado com suas instruções sobre o templo de salomão. a onde comprar e quanto esta o livro recontruindo o templo…

    frank sinatra souza M.: M.: Grº33 gr.: or.: do brasil-Pe

    parabens ao escritor e a editora.

  3. Claudia Lousada disse:

    Exmos Senhos (as),
    Assiti a uma entrevista com o Senhor Zé Rodrigues, no Programa do Jô, e fiquei fascinada pelos livros.
    Pelo pouco que assisti a entrevista, tenho certeza que será uma obra maravilhosa que prenderá todos os leitores as paginas deste enigmatico livro.
    Agora, como posso fazer para adquirir os 3 livros escritos por Zé Rodrigues?
    Informo que sou de Maputo e gostaría de saber o que devo fazer para recebe-los em Moçambique-Africa.
    Desejos de um bom dia a todos e fico aguardando anciosa pela vossa resposta.
    Atenciosamente
    Claudia Lousada

  4. julio omar disse:

    o livro o diário do construtor do templo já é maravilhoso, estou “devorando-o” e pelo comentário, os outros dois devem ser maravilhosos também; Creio que todo maçon deveria lê-los são muito didáticos.
    Parabéns ir.: escritor
    julio Omar – M.:M.: Grº 3 – Tombos – mg

  5. val piccinato disse:

    Val Piccinato autor de ‘ANARCHIST”, comenta: Colhendo os graos de ouro que a versatilidade de Ze Rodrix espalha desde os tempos do Rock Rural, foi com satisfacao e surpresa que descobri que o ‘Franco Atirador’ da cultura brasileira (que quando mostrou-se como o ‘Bufao da Corte’ foi para denunciar que viviamos sob lideranca de idiotas), tem calibre grosso e conversa seria quando os ventos sopram para o lado luminoso do tunel dos tempos, de forma que colhi inspiracao na prosa dele para meu proximo livro. No momento estou promovendo meu presente lancamento, “ANARCHIST”, escrito em ingles, lancado em Londres onde vivo.

  6. WÍLLAMES BARBOSA COSTA disse:

    FOI UMA GRANDE PERDA PARA A MAÇONARIA BRASILEIRA E A MUSICA…..
    QUE O GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO VOS ILUMINE PARA O ORIENTE ETERNO…..

    IRMÃO WÍLLAMES


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s