Ahhhhhhh Ar now do

Bueno, news, news, news…

Arnaldo Baptista vai falar conosco por e-mail…(!?) Mário Pacheco, biógrafo do moço, já foi contactado… vamo que vamo…

Enquanto isso, a mídia especula sua saída dos Mutantes. Sergio Dias declara oficialmente que o irmão não aguentou a pressão… vamos ao outro lado da moeda (Posts retirados desse blog aqui):

Arnaldo Baptista sai dos Mutantes para cuidar de projetos pessoais

Sérgio Dias está só à frente dos Mutantes. Acabo de receber um e-mail de Lucinha, mulher e anjo da guarda de Arnaldo, me adiantando um comunicado que será distribuído à imprensa. No post abaixo, com o comunicado da saída de Zélia, Sérgio já me adiantava que Arnaldo possivelmente não participaria das gravações do novo disco. Agora está confirmado. Segue o comunicado de Arnaldo Baptista:

“Vivi um momento lindo com a volta dos Mutantes. Foi um retorno histórico. Sempre houve uma grande expectativa em relação à volta dos Mutantes. Com o reencontro e com os vários shows, pude perceber que a expectativa não era apenas um culto à nossa produção musical, mas uma afirmação de que nosso trabalho resistiu ao tempo e ainda tem a mesma vitalidade de 40 anos atrás. Cumpri a minha empreitada nessa nova jornada de nossa trajetória. Agora, resolvi dedicar-me às minhas formas de fazer o som. E também me dedicar a alguns projetos pessoais. Entre eles:

– O de livro sobre minha vida e obra;

– O lançamento, pela Editora Rocco, de meu livro de ficção “Rebelde Entre os Rebeldes”;

– O lançamento, em CD, de dois discos meus ao lado da banda paulistana Patrulha do Espaço. Com shows especiais.– E uma exposição itinerante com minhas obras imagéticas, desenhos, pinturas, camisetas e objetos.”No post abaixo, a saída de Zélia e uma entrevista com Sérgio Dias sobre o futuro da banda. The dream is over ou the show must go on?

  

Zélia Duncan sai dos Mutantes e Sérgio Dias lamenta muito

A cantora Zélia Duncan anunciou sua saída do grupo Os Mutantes depois de quase um ano e meio como vocalista da lendária formação dos irmãos Arnaldo e Sérgio Dias Baptista. Em comunicado, Zélia afirma que sua saída se deve aos “motivos mais legítimos do mundo”: sua carreira solo.

Fã desde sempre dos Mutantes, Zélia viu a oportunidade de participar do grupo como um sonho que ela nunca tinha imaginado, porque não achava possível, como todos nós, que houvesse uma volta. Sérgio Dias me disse que lamenta muito a saída, que as portas estão sempre abertas para ela e que começa a gravar um álbum de inéditas dos Mutantes dia primeiro de outubro. A seguir a íntegra do comunicado de Zélia:

“Pois é, estou me retirando dos Mutantes, pelos motivos mais legítimos do mundo. Minha carreira, meus movimentos como artista solo , que sempre fui. A experiência foi incrível. O improvável aconteceu ali, apesar de um monte de previsões duvidosas, eles acreditaram em mim e vice-versa e juntos vivemos emoções e realizações inesquecíveis. Algumas registradas, outras guardadas nas compilações internas , aquelas que vão pra onde eu for junto comigo. Acredito que a hora de me retirar seja tão importante quanto foi aquele encontro mágico com Sérgio. Fez um bem enorme pra minha carreira, pra minha vida e para as minhas futuras coragens.  Eu que sempre quis me sentir banda, fui parar no olho do furacão! E adorei! Obrigada Sérgio , Arnaldo e Dinho, por me deixarem ser ali, junto com vocês, enquanto durou…pra sempre! Ainda nem sinto meus pés no chão… Obrigada ao público dos Mutantes que me recebeu e compreendeu minha posição ali. Obrigada ao meu público por ter comparecido e se divertido comigo.  Tô bem  aqui do lado, sempre procurando na música um sentido pra mim. Valeu, valeu muito mais do que eu poderia imaginar!”
 

A participação de Zélia no microfone que pertencia originalmente a Rita Lee foi polêmica. Muita gente meteu o malho mesmo antes de ouvir, como se heresia fosse ela aceitar o convite de Sérgio.  A primeira apresentação foi em Londres, 22 de maio do ano passado, no evento “Tropicália – A Revolution in Brazilian Culture” promovida no Teatro Barbican.  O Brasil teve que esperar até 2007 para ver a banda, primeiro em São Paulo no final de janeiro no aniversário da cidade e, em seguida, no Rio de Janeiro. Os últimos compromissos foram uma turnê pela Europa e Estados Unidos.

De São Paulo, acabando de acordar, Sérgio Dias lamentou a saída de Zélia, afirmando que estava difícil conciliar as agendas: “Ela está num momento forte da vida dela e os Mutantes exigem demais, esta foi a questão mais séria,  a gente estava tendo que parar de tocar por causa disso. A Zélia não é uma mutante, ela é uma transformer. Ela era nossa convidada e nada impede que volte sempre, a carteirinha de Mutantes é para sempre”. Acrescentou que Zélia provou que os Mutantes podiam transcender qualquer pessoa (leia-se Rita Lee) e que ela foi uma “puta dádiva musical, pessoal e profissional” para a banda.

Sérgio anunciou outra possível baixa, a do irmão Arnaldo: “A turnê foi muito longa e extenuante para ele, que está muito fatigado. Até não conseguiu fazer três shows da turnê, o que foi uma pena para nós”. Sérgio não sabe nem se Arnaldo participará das gravações do primeiro disco com inéditas que começa a ser gravado dia primeiro de outubro. Ele contou que já tem cinco músicas, algumas dele, outras em parceria com Tom Zé. E não está pensando em substituição para Zélia, com a observação de que as portas estão abertas para ela e também para Rita Lee. O novo disco sai em março, ou antes disso, e já existe uma turnê 2008 pela Europa e Estados Unidos em andamento. “Wish me luck”, disse Sérgio.



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s