É tudo verdade, fátima!

tudoverdade.jpg

Hey pessoas, começa logo logo o festival de cinema – curtas e longas, É Tudo Verdade. A farra acontece no eixo sp-rio-bauru-brasilia-recife-caxias! Obviamente tem muita coisa boa, mas já que este é um(a tentativa de) blog psicodélico, aqui vão algumas dicas relacionadas ao tema, dentro programação. Quem quiser conferir a relação completa das películas em cartaz, onde, como, quando e por que, clica aqui!

Générations 68
(Geração 68)

Projeções Especiais

SIMON BROOK

FRANÇA / FRANCE

53′, cor, Beta digital, 2007

Diálogos: FALADO EM FRANCÊS, INGLÊS, TCHECO / FRENCH, ENGLISH, CZECH DIALOGUES

Legenda: LEGENDAS EM INGLÊS; LEGENDAS ELETRÔNICAS EM PORTUGUÊS / ENGLISH SUBTITLES; ELECTRONIC PORTUGUESE SUBTITLES

Quarenta anos atrás, uma revolução varreu o mundo. Greves estudantis abalaram a Europa e a América Latina. O engajamento político e social contaminou a música, o cinema, o teatro e as artes plásticas, rompendo as barreiras dos estilos até então consagrados.O comportamento sexual derrubou tabus. O figurino acompanhou as mudanças, com a invenção da minissaia por Mary Quant. Enquanto os hippies proclamavam o império da paz e do amor livre, entretanto, a Guerra do Vietnã continuava ceifando vidas. O dramaturgo e ex-presidente Vaclav Havel, o cineasta Milos Forman, o artista Ed Ruscha, o fotógrafo William Klein, o ator Dennis Hopper, o diretor de teatro Peter Brook e outros contam como foi viver aquele período único e inesquecível.

***

Pan-Cinema Permanente

Competição Brasileira – Longas

CARLOS NADER

BRASIL – SP / BRAZIL – SP

83′, cor, Mini-DV, 2007

Diálogos: FALADO EM PORTUGUÊS / PORTUGUESE DIALOGUES

Legenda: LEGENDAS EM INGLÊS / ENGLISH SUBTITLES

Baiano de Jequié, filho de um sírio muçulmano e uma sertaneja baiana, Waly Salomão (1943-2003) era um artista que se manifestava em múltiplas direções. Formado em Direito, tornou-se poeta, rabiscando os versos de seu primeiro livro numa cela no Carandiru. Amigo de Hélio Oiticica, aproximou-se dos tropicalistas, tornando-se um dos compositores preferidos de Caetano Veloso, Gal Costa e Maria Bethânia, para quem compôs sucessos como “Mel” e “Talismã”. Reunindo extenso material inédito filmado com Salomão, que procurava romper a fronteira entre realidade e ficção, o filme revela algumas das facetas desse incansável caleidoscópio.

***

bacci

Aline
 



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s