Fim do mundo e o despertar da contracultura

Pronto. O LHC começou a funcionar, e temos a possibilidade de um fim de mundo. Ok, a chance é remota. A máquina pode recriar buracos negros, mas eles serão super pequenos. Tudo bem. Mesmo assim, para ignorantes em física quântica como eu, só o fato dessa possibilidade não ser descartada já é assustador. O que isso tem a ver com psicodelia? Tudo. A raiz da contracultura está na possibilidade de fim de mundo, como escreveu o filósofo Luis Carlos Maciel em “De volta para o futuro”.
Trecho do post que fiz em maio do ano passado:

‘Para contar a história da contracultura mundial – e depois adaptá-la à realidade nacional, e à sua própria interpretação – Maciel começa falando da “Bomb Culture”. A sociedade pós segunda guerra cresceu sob temor constante da destruição absoluta – e foram os protestos contra a bomba atômica que ocuparam os jovens intelectuais e artistas antes dos Beatles, a tal beat generation. O símbolo da paz, disseminado pelos hippies mundo afora, é dessa época. O termo “Bomb Culture” é um título de um livro do poeta, músico e pintor Jeff Nutall, que explica o underground partindo de quatro trilhas: música pop, protesto, arte e comportamento existencial marginal do século XX. “Foi a fusão dessas correntes que resultou, com as drogas psicodélicas, no underground, cuja eclosão é assinalada em 1967, pelo surgimento dos hippies e do flower power”, explica Maciel.’

Será que essa possibilidade assustadora pode fazer florescer algo parecido? Sei lá. Mas é interessante pensar nisso. Talvez – se o LHC não comer o mundo, hehe – possamos ver isso daqui a uma ou duas gerações.

Para saber mais sobre a máquina, autojabá.

Tati



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s